ENTRE EM CONTATO

 


Petrópolis, RJ
BRAZIL

Site oficial do Miss Brasil Mundo e Mister Brasil CNB. O Concurso Nacional de Beleza é o evento responsável pela eleição da Miss Brasil Mundo e do Mister Brasil CNB. A vencedora representa o país no Miss World, um dos dois principais concursos de beleza do planeta. O Mister Brasil CNB participa em um dos cinco concursos que fazem parte do Grand Slam (Mr World, Mister Supranational, Mister International Mister Global ou Manhunt International) - todos licenciados do CNB no Brasil. 

Histórico

Miss Brasil Mundo 1968

Henrique Fontes

1968 – Ângela Stecca – MINAS GERAIS

Miss Brasil 1968 – Diários Associados
(A segunda colocada foi a Miss Brasil Mundo)

Maracanãzinho – Rio de Janeiro (RJ)
Candidatas: 25

MBM68site.jpg

1- BAHIA – Martha Maria Cordeiro de Vasconcellos – Miss Brasil Universo e Miss Universo
2- MISS MUNDO BRASIL 1968 – MINAS GERAIS – Ângela Stecca
3- GUANABARA – Maria da Glória Carvalho – Miss Brasil Internacional e Miss Internacional
4- ESTADO DO RIO – Josemary Vasconcelos Correa

Semifinalistas:

BRASÍLIA – Maria do Pilar Matos Ferro
PARANÁ – Delzi Captan
SANTA CATARINA –  Evelize Brietzig
SÃO PAULO–  Marluce Facci

Demais Candidatas:

ACRE – Carmem Ferreira Nunes
ALAGOAS – Cláudia Virginia Lisboa Martins
AMAZONAS- Maria de Fátima de Souza Acris
CEARÁ –  Vera Maria Veras
ESPÍRITO SANTO – Dalva Riva
GOIÁS – Maria Anunciada Fernandes da Cunha
MARANHÃO – Vilma das Graças Castro Sales
MATO GROSSO- Maria Auxiliadora Campos
PARÁ –  Clara Marcos Pinto
PARAÍBA – Ilona Pinheiro Dias de Sá
PERNAMBUCO –  Maria Eunice Mergulhão Maciel
PIAUÍ – Ana Aurora Aragão
RIO GRANDE DO NORTE– Maria Suely Pereira da Silva
RIO GRANDE DO SUL– Elizabeth Borella Finardi
RONDÔNIA –  Mariza Corrêa
RORAIMA–  Angela Maria Martins
SERGIPE–  Leonísia Fonseca Mota

Prêmios especiais:

Miss Simpatia – GOIÁS – Maria Anunciada Fernandes da Cunha

Sobre o concurso e candidatas…

A mineira Ângela não teve a mesma sorte de Martha (eleita Miss Universo) e Maria da Glória (eleita Miss Interanacional): não conseguiu classificação em Londres.

A mineira Ângela não teve a mesma sorte de Martha (eleita Miss Universo) e Maria da Glória (eleita Miss Interanacional): não conseguiu classificação em Londres.

- Ironicamente, das três ganhadoras do Miss Brasil 1968, a mineira Ângela Stecca foi a única a não vencer seu desafio internacional. Martha Vasconcellos ganhou o título de Miss Universo e Maria da Glória Carvalho foi eleita Miss Internacional. Para a conquista do Miss Mundo, o Brasil teria que esperar mais três anos;
– A representante dos Estados Unidos, Johnny Avery, afirmou que a sua não inclusão entre as semifinalistas foi política: “Fui ignorada e até mesmo hostilizada por causa da guerra no Vietnã”.
– Já a Miss Filipinas, Pinkey Amabuyok, disse aos jornalistas estrangeiros que ela era freira e teve que fugir do convento para participar no Miss Filipinas. Quando constataram que a informação era falsa, a candidata filipina respondeu: “Que vergonha, acho que a minha imaginação foi longe demais”. Ainda assim, conseguiu a quinta colocação.
– A Miss Mundo 1968 veio da Austrália, a bela loira Penelope Plummer.

* * * *
Miss Mundo 1968 – resultados

14 de novembro de 1968
Londres, Reino Unido
53 candidatas

A beleza loira da australiana Penelope: Miss Mundo.

A beleza loira da australiana Penelope: Miss Mundo.

1 MISS MUNDO 1968 –  AUSTRÁLIA – Penelope Plummer
2  REINO UNIDO – Kathleen Winstanley
3  ISRAEL – Miri Zamir
4  COLÔMBIA – Beatriz Sierra Gonzalez
5  FILIPINAS – Arene Cecilia Amabuyok

Finalistas
6  GUIANA – Adrienne Harris
7  NICARÁGUA – Margine Davidson Morales

Semifinalistas
ARGENTINA – Viviana Roldan
ÁUSTRIA – Brigitte Krüger
FRANÇA – Nelly Gallerne
ALEMANHA – Margot Schmalzriedt
IRLANDA – June MacMahon
SUÉCIA – Gunilla Friden
TAILÂNDIA – Pinnarut Tananchai
IUGOSLÁVIA – Ivona Puhlera

Veja lista completa de candidatas e fotos do Miss Mundo 1968 no site Pageantopolis.

Agradecimento especial: Roberto Macedo, Raimundinho, José Henrique Rocio, Arthur Coelho, Evandro Silva.