ENTRE EM CONTATO

 


Petrópolis, RJ
BRAZIL

Site oficial do Miss Brasil Mundo e Mister Brasil CNB. O Concurso Nacional de Beleza é o evento responsável pela eleição da Miss Brasil Mundo e do Mister Brasil CNB. A vencedora representa o país no Miss World, um dos dois principais concursos de beleza do planeta. O Mister Brasil CNB participa em um dos cinco concursos que fazem parte do Grand Slam (Mr World, Mister Supranational, Mister International Mister Global ou Manhunt International) - todos licenciados do CNB no Brasil. 

tumblr_nxvfwvvRaX1rpqdi8o1_1280 - Edited.jpg

Notícias

Notícias sempre atualizadas do Concurso Nacional de Beleza!

 

Filtering by Category: Beleza Pelo Bem

Miss Brasil Mundo Jéssica Carvalho participou de importante evento de combate a Hanseníase em Teresina

Henrique Fontes

site 51019869_2021439054598791_6878094596434296832_n.jpg

O “Janeiro Roxo” promove uma série de eventos que visam a conscientização sobre a importância do combate à Hanseníase em todo o Brasil e o mundo. Na última quinta-feira, 31/1, o Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (MORHAN) realizou na capital do Piauí uma ação no Teresina Shopping, tendo como intuito a divulgação da prevenção da doença. A Miss Brasil Mundo 2018, Jéssica Carvalho, que é piauiense e estudante de medicina, esteve presente e participou ativamente da campanha, levando informações a centenas de pessoas.

O MORHAN tem uma parceria com o Concurso Nacional de Beleza desde 2012, fazendo valer o lema do concurso, “Beleza pelo Bem”, ou “Beauty With a Purpose”. Todos os anos, a miss e o mister eleitos no concurso nacional passam a ser embaixadores da causa no Brasil.

Lucimar Batista, membro das coordenações nacional e regional do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase, conta que o principal objetivo de tudo isso é combater o preconceito e estigma relacionados à doença.

“É preciso chamar a atenção da sociedade, dos políticos e gestores, para conhecerem este problema de saúde pública que ainda é a hanseníase e para chamar a atenção quanto a importância de prevenção e do diagnóstico precoce da doença. Combater o preconceito e o estigma são prioridades nossas, já que seguem sendo o maior mal da doença. A informação é a principal arma para se combater o preconceito”.

Jéssica Carvalho, atual Miss Brasil Mundo, também deixou o seu recado: “Como estudante de medicina e embaixadora nacional de uma causa tão importante e ignorada por uma grande parcela da população, me sinto na obrigação de informar as pessoas. Ainda não existe vacina para a doença, então é importante a prevenção ou saber detectar os primeiros sinais da doença, como manchas brancas na pele. O tratamento é gratuito e muito eficaz com o diagnóstico precoce”, alerta.

51290661_2416995911903016_2937683885875527680_n.jpg

Os número da hanseníase, antigamente conhecida como lepra, ainda são alarmantes no nosso país. Em 2018, a então Miss Mundo Manushi Chhillar, da Índia, visitou o Brasil para ajudar a promover o combate à doença. Foi gravado um documentário no Pará, que em breve será exibido em todo o mundo.

BELEZA PELO BEM (MISS): CONHEÇA OS 10 PROJETOS SOCIAIS FINALISTAS DO CNB 2018

Henrique Fontes

BPB Miss.jpg

Quarenta e sete das quarenta e oito candidatas ao título de Miss Brasil Mundo 2018 apresentaram vídeos de seus projetos ou ações sociais. Após avaliação dos projetos, foram escolhidas 10 finalistas na categoria, lembrando que as três primeiras colocadas avançarão para o Top 16 e a ganhadora será uma das 7 finalistas do CNB 2018 (final dia 11 de agosto). Conheça as classificadas:

BAHIA

Marcela Moura fez um impressionante trabalho para promover a acessibilidade de pessoas com algum tipo de deficiência física na sua cidade, Serra do Ramalho.

COSTA VERDE E MAR-SC

Gabrielli Frozza tem como tema do seu projeto o incentivo à leitura, mostrando à crianças e adolescentes o rico universo do mundo da literatura.

COSTA DO SOL-RJ

Gleycy Correia devolve a autoestima à mulheres que enfrentam o câncer de mama redesenhando a aréola da mama gratuitamente.

PIAUÍ

Jéssica Carvalho, estudante de medicina e idealizadora de um importante projeto de prevenção do suicídio, literalmente salvando vidas e levando esperança a pessoas que atravessam momentos difíceis.

ILHA DOS MARINHEIROS-RS

Com o projeto "+ Saúde para Todos", a formanda em medicina Gabriela Freo age em comunidades carentes procurando entender as suas principais necessidades na área de saúde. Na ilha dos Marinheiros, realizou ação visando diminuir a incidência de câncer de pele.

PARÁ

Isabella Garcia realizou projeto social visando a doação de uma casa para uma família carente. Também participou de ações junto à APAE local. Também é embaixadora da luta contra a hanseníase em seu estado.

SANTA CATARINA

Thylara Brenner devolveu a autoestima à mulheres da melhor idade com aulas de auto-maquiagem e cuidados com a beleza. Ela demonstrou que a beleza reside em todas as idades.

GRANDE CURITIBA-PR

Endgel Cruz é atuante no Projeto Viva, que tem o objetivo de oferecer atendimento à comunidade com atividades recreativas e culturais.

RIO GRANDE DO SUL

Há mais de 1.5 ano Joanna Camargo desenvolve projetos sociais com resultados expressivos em cinco municípios da região onde reside. Ajudou inclusive na construção de uma casa.

SÃO PAULO

Praticante do surf e apaixonada pelo mar, Sthefany Schunck desenvolveu o Projeto Amar para incentivar a limpeza de praias, o bem estar dos animais marinhos e a conscientização ambiental. 

Parabéns às 10 classificadas para a fase final desta etapa! 

Chegaram perto, também com destaque: 11) Ilhas do Delta do Jacuí-RS, 12) Ilha da Pintada-RS, 13) Ilha dos Lobos-RS, 14) Grande Florianópolis-SC, 15) Pernambuco, 16) Alagoas, 17) Vale do Paraíba-SP, 18) Região Centro-Paulista, 19) Amapá, 20) Marajó.

Carlos Franco participa do Dia Estadual de Mobilização para Controle da Hanseníase em Rondônia

Henrique Fontes

RO 2.jpg

O Mister Brasil Mundo Carlos Franco esteve recentemente em Porto Velho, Rondônia, para fazer parte do Dia Estadual de Mobilização para Controle da Hanseníase. Acompanhado da Miss Rondônia CNB 2018, Caroline Ferreira, Carlos participou de encontros e ações de panfletagem visando a conscientização da população local.

O Brasil segue entre os países que não eliminou a hanseníase como problema de saúde pública. Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) indicam que em 2016 foram notificados 25.218 novos casos da doença, perfazendo uma taxa de detecção de 12,2/100 mil habitantes. Esses parâmetros classificam o país como de alta carga para a doença, sendo o segundo com maior número de casos novos registrados no mundo. Nesse ranking, Rondônia ocupa a 6ª posição entre os estados com maior índice da doença. No ano passado foram diagnosticados 517 novos casos de hanseníase, no Estado.

Essa estatística negativa foi tematizada durante o evento de comemoração ao Dia Estadual de Mobilização para o controle da Hanseníase, realizado no Palácio Rio Madeira, na manhã do dia 6 de julho, com o objetivo de chamar a atenção para o combate à doença. A Carreta da Saúde Hanseníase, que faz parte de um projeto denominado Roda Hans, ficou estacionada, durante toda a manha, nas proximidades do Palácio, com atendimento para a população.

A Unidade de Saúde Itinerante prestou atendimento aos moradores de Porto Velho, nas zonas Sul e Leste. Em três dias de consultas foram identificados 10 novos casos da doença

"Com o diagnóstico, as vítimas são encaminhadas para tratamento gratuito oferecido pelo governo. Por isso é muito importante que as pessoas saibam sobre a doença, seus sintomas, e façam o exame. Se tratada logo, a hanseníase não deixa sequelas. Hanseníase tem cura", explicou Carlos. "É aí que entra o nosso trabalho: levar informação à população".

Carlos Franco representará o Brasil na próxima edição do Mr World, nas Filipinas, no mês de janeiro. Ele levará a luta contra a hanseníase no Brasil para o mundo. "É importante que o resto do mundo saiba que estamos lutando contra esta doença. Acreditamos que um dia ela será erradicada do nosso país. Basta cada um fazer a sua parte, levando informação às pessoas em todos os cantos do Brasil", concluiu o Mister Brasil Mundo.

A nova Miss Rondônia CNB também participou das ações e se disponibilizou para fazer parte da luta contra a doença no seu estado.

Miss Mundo, Miss Brasil Mundo e misses paraense na luta contra a hanseníase em Belém

Henrique Fontes

IMG_1750.jpg

A sexta-feira (20/4) foi um dia marcante para a luta contra a hanseníase, para o Pará e para a história do nosso concurso. Cedinho a comitiva do concurso partiu para Tapanã, uma região de Belém (PA) onde a incidência da doença ainda é bastante alta. Manushi Chhillar (Miss Mundo), Gabrielle Vilela (Miss Brasil Mundo), Isabella Garcia (Miss Pará CNB) e Thays Sintra (Miss Marajó CNB), se reuniram com os voluntários do Morhan para orientações, um bate-papo inicial e logo em seguida para ir para as ruas conscientizar a população local.

A panfletagem é uma atividade muito importante nesta luta. Ao entregar o panfleto, a primeira pergunta que se faz é: "Você sabe o que é hanseníase?". Em torno de 80% das pessoas não sabem. E é aí que mora o perigo. Então se explica detalhadamente, em especial a atenção que as pessoas devem ter com manchas na pele, e caso sejam encontradas, a importância de se procurar um posto médico imediatamente. O tratamento pode durar apenas 6 meses, evitando a propagação da doença e suas sequelas. O trabalho de informar as pessoas sobre a hanseníase é fundamental.

E foi isso o que as nossas misses fizeram, a Miss Mundo com a ajuda de um intérprete. Entre as pessoas com quem Manushi conversou, havia uma senhora que teve a doença, se tratou a tempo, e chegou a cura sem nenhum tipo de sequela. Um exemplo a ser seguido!

31389384_10160231285365576_754309047313760256_n.jpg

Logo em seguida chegou o momento de conhecer o Governador do Estado do Pará, o senhor Simão Robison Oliveira Jatene. A Miss Mundo levou ao governador uma série de reivindicações do Morhan, em especial apoio do estado para ter maior acesso a municípios localizados em áreas mais remotas, onde os agentes da ONG poderiam visitar escolas, postos de atendimento médico e fazer visitações domiciliares, levando informações sobre a doença para essas pessoas.

A conversa sobre projetos sociais e a importância de se combater a hanseníase no país foi muito rica e produtiva. Em dado momento, o governador filosofou: "O homem é um projeto de Deus. Mas um projeto que ainda não deu certo". Espirituosa como sempre, a Miss Mundo foi rápida na resposta: "O homem. Certo?". Arrancou aplausos de todos, inclusive do próprio governador.

IMG_1860.jpg

A Miss Brasil Gabrielle Vilela também impressionou o governador ao relatar o seu projeto e suas ações no combate à hanseníase.

O governador garantiu que irá se empenhar e fazer tudo o que for possível para que a luta contra a doença se intensifique no estado do Pará.

Do Palácio, para o Hotel Gold Mar, de onde saíram de barco para conhecer algumas ilhas e paisagens amazônicas enquanto almoçavam e respondiam perguntas dos jornalistas locais.

IMG_1911.jpg

A seguir, a equipe viajou para a cidade de Marituba, município de 130 mil habitantes localizado na  Região Metropolitana de Belém. Ao chegar ao município, a comitiva da Miss Mundo e da Miss Brasil Mundo foi escoltada por carros e motos da polícia local. 

Ao chegar, a comitiva foi recebida com festa pelos pacientes e funcionários da unidade de saúde. Representantes da beleza, chegaram com faixas e coroas, distribuindo acenos, abraços e carinho aos pacientes que exibiam as marcas da doença no corpo e nas expressões de quem se acostumou a sofrer preconceito pela aparência.

31398270_10160231291625576_6535086306173648896_n.jpg

“Vocês representam um ideal de beleza e perfeição, enquanto nós – pacientes com hanseníase – sempre estivemos no imaginário social como os feios, mutilados e incapazes”, resumiu o paciente Anildo Carlos Assunção, ao ler a carta manifesto preparada para entregar à Miss Mundo e demais rainhas da beleza.  No documento, ele relatou as dificuldades enfrentadas para conseguir assistência, pediu apoio para melhorar as políticas públicas de prevenção e tratamento da hanseníase e, principalmente, apoio no combate ao preconceito. “Antes, éramos apedrejados. Hoje, o apedrejamento acontece nas redes sociais, em falas que nos depreciam e nos minimizam como seres humanos, e isso nos dói muito”, conclui Anildo.

A curiosidade de ver uma miss de perto levou Francisca de Nazaré Mendonça, moradora da antiga colônia de hansenianos, a esperar pela chegada das Misses. “Elas são tão bonitas e com o poder que elas têm por serem misses podem chamar a atenção e ajudar a melhorar as condições para nós, principalmente na saúde, que a gente precisa mais”, avalia d. Francisca para, em seguida, conseguir abraçar Manushi e registrar o momento em selfies.

31369156_10160231293580576_8172038199699308544_n.jpg

“Quando não existe conhecimento, existe medo. Estamos lutando contra isso, a informação é importante e estamos pedindo mais investimentos em educação para prevenir a hanseníase e evitar o preconceito”, respondeu Manushi. Para isso, a Miss Mundo conversou com os principais gestores públicos de Belém e do Pará, cobrando ações mais eficazes, principalmente no interior do Estado, onde a doença está com mais incidência.

Artur Custódio, coordenador nacional do MORHAN, lembrou que o Pará tem conseguido reduzir o número de casos novos, mas destacou que o estado falha ao fazer o diagnóstico tardio, “e isso agrava a situação dos pacientes porque ficam com sequelas, e o Estado não possui um atendimento eficiente para esses casos”, lamenta. “Temos encontrado crianças com hanseníase já com sequelas. Onde há crianças doentes, significa que há famílias doentes precisando de assistência”, lembrou Artur Custódio.

Depois de conhecer o centro de referência Marcello Cândia, Manushi Chhillar e Gabrielle pediram para visitar o abrigo João Paulo II, onde vivem os pacientes idosos. Eles são os antigos moradores da colônia de Marituba, para onde foram levados durante o período em que o isolamento compulsório era a política de saúde adotada pelo Brasil - triste capítulo da históra do nosso país. Na época, a doença não era tratada e os doentes ficavam esquecidos, longe da sociedade. Muitos permanecem no abrigo porque não tinham para onde ir quando a colônia foi desativada e convivem com sequelas graves.

Longe das câmeras e dos holofotes, as quatro Misses se emocionaram ao conhecer os ex-hansenianos idosos, mutilados pela doença a ponto de não saírem mais da cama e precisarem que outras pessoas cuidem deles. Elas conversaram  com os idosos, deram carinho e atenção e depois choraram. “É muito triste ver essas coisas, mexe muito comigo porque lembro do meu bisavô, que faleceu com 90 anos e precisava de todos os cuidados. Fico muito triste ao ver que essas pessoas não tem famílias, que dependem dos outros e ainda assim conseguem ser felizes mesmo com tantos problemas”, avalia a Miss Pará Isabela Garcia, que também é estudante de medicina.

1d.jpg

Morador do abrigo há cinco anos e portador de hanseníase há 30 anos, Missondas Araújo resumiu qual a expectativa de todos os pacientes. “Estamos encantados pela sua beleza e atitude de abraçar essa causa que é muito importante para nós. Levem isso para a Organização Mundial da Saúde. Já é tempo de investir mais para erradicar essa doença”, disse ele.

“Há muitas pessoas que podem ajudar, e muitas pessoas que precisam de ajuda. Espero ser uma ponte entre elas”, concluiu Manushi Chhillar.

Na madrugada seguinte, a comitiva do Miss Mundo retornou a Londres, deixando no Brasil sementes e resultados de um trabalho feito com muito amor e dedicação. E a luta continua!

Agradecemos a todos que fizeram parte dessa jornada, que contribuíram, que se uniram a nós. Agradecemos a Miss World Organization

Primeiro dia em Belém teve visita ao prefeito, recepção no Rebouças Atelier e coroação das misses paraenses

Henrique Fontes

1d.jpg

Pouco depois da meia-noite de quinta-feira, dia 19 de abril, a Miss Mundo Manushi Chhillar e sua comitiva decolaram com destino à capital paraense. Duas horas mais tarde, eles foram recebidos com muito carinho no Aeroporto Internacional de Belém pela coordenadora estadual do CNB no Pará, Kátia Corrêa, e sua competente equipe.

Depois de uma merecida manhã de descanso, a Miss Mundo e a Miss Brasil Mundo, Gabrielle Vilela, juntamente com os representantes do Morhan Artur Custódio e Edmilson Picanço, foram recebidos no Palácio Antônio Lemos pelo Prefeito do município de Belém, senhor Zenaldo Coutinho.

1c.jpg

Para defender uma causa nobre, a vencedora do Miss Mundo 2017, a jovem indiana Manushi Chhillar, e Gabrielle Vilela, Miss Brasil Mundo, foram pela primeira vez ao Estado do Pará. Ambas apresentaram as diversas atividades e ações de combate à hanseníase a que vêm se dedicando.

Manushi explicou ao prefeito que o Miss Mundo não tem o foco apenas na beleza, mas também no engajamento em causas sociais. Há seis anos o combate à hanseníase é a causa escolhida para dedicação dos participantes do certame nacional. As vencedoras do Miss Brasil Mundo, todas embaixadoras da causa em seus respectivos anos, uniram-se ao Morhan na luta contra a doença. Agora é a vez da Miss Mundo entrar nesta luta, trazendo importante apoio e visibilidade internacional.

“Já passei por São Paulo (SP), Brasília (DF) e agora estou em Belém. E estou aqui para ajudar pessoas com hanseníase. E através deste projeto em que estamos envolvidos, pessoas estão recebendo este tratamento de maneira muito mais digna e estão sendo assistidas por isso, diminuindo cinco vezes mais o tempo de tratamento que elas têm. A informação e a conscientização é o melhor caminho”, afirmou Manushi.

Em Belém, o Programa de Controle da Hanseníase, com ações preventivas, diagnóstico e tratamento da doença está implantado em todas as unidades do município (24 unidades municipais de saúde e 54 unidades Saúde da Família), o que resultou na diminuição em 30,4% dos casos novos da doença nos últimos sete anos. Em 2016 foram diagnosticados e tratados 265 pacientes no município. E em 2017 o número caiu para 149 novos casos, o que fez da capital paraense um modelo a ser seguido por outros municípios do país, segundo afirmou o ministro da saúde, Ricardo Barros, durante sua passagem por Belém.

Para o prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, a redução dos casos é resultado de um trabalho de conscientização. “Aqui no Pará nós tivemos no passado uma incidência muito grande da doença. Nos últimos anos, graças ao combate, às ações de saúde, isso ficou reduzido mais a algumas áreas do interior do Estado. Uma mudança radical que aconteceu foi que o tratamento deixou de ter o isolamento das pessoas, então hoje a cura é mais rápida e também não há o isolamento”, afirmou.

Da prefeitura, as mais belas do mundo e do Brasil seguiram para o Rebouças Atelier, onde um coquetel e impecável recepção as aguardava. Manushi ficou impressionada com os detalhes e homenagens, como balões com o seu nome, biscoitos com o desenho da bandeira da Índia e um bolo com uma coroa. A Miss Mundo experimentou o nosso brigadeiro e aprovou! Além disso, ela ficou apaixonada pelos vestidos da estilista Jana Rebouças e teve dificuldade para escolher um, aquele que seria usado na coroação na Miss Pará CNB e da Miss Marajó CNB 2018, ainda naquela noite. 

b6.jpg

Posteriormente, o vestido será leiloado com renda revertida à causa do combate à hanseníase.

Depois de muitos brindes e cliques dos fotógrafos, as misses tiveram duas horas de repouso até o evento de coroação das soberanas da beleza paraense, organizado por Kátia Corrêa. A cerimônia aconteceu no Shopping Bosque Grão-Pará. 

Após apresentação musical de Pedro Sousa, finalista do The Voice Kids, da Rede Globo, Manushi Chhillar foi apresentada e entrevistada por Kátia Corrêa. Ela expressou sua alegria por estar em Belém na luta contra a hanseníase. Kátia convidou a moça a colocar as faixas nas duas representantes do estado no Concurso Nacional de Beleza 2018.

a2.jpg

Depois foi a vez da Miss Brasil Mundo Gabrielle Vilela desfilar, também com um vestido deslumbrante de Jane Rebouças. 

Após a despedida de Emanuelle Costa, Miss Pará CNB 2017 e Top 11 no Concurso Nacional de Beleza, e de Flávia Lacerda, Miss Marajó CNB 2017, foram anunciados os nomes das duas escolhidas de 2018:

A Miss Pará CNB 2018 é Isabella Garcia, uma estudante de medicina de 1.78 m de altura, natural de Itaituba. Atualmente ela cursa faculdade em Manaus. Já a nova Miss Marajó CNB é Thays Sintra, engenheira agrônoma e mestre em Ciência Animal, que em breve se formará também em Nutrição.

Edmilson Picanço, representante do Morhan em Marituba (PA), homenageou as misses com flores e as convidou para serem embaixadoras da luta contra a hanseníase no Pará. Convite feito, convite aceito, com muita alegria.

Também prestigiou a coroação, a bela Alane Dias, vencedora do tradicional concurso carnavalesco paraense "Rainha das Rainhas", o Mister Pará CNB, Danílson Furtado, a dra. Raphaela Cruz, importante apoiadora das ações das misses em Belém, Artur Custódio, representante do Morhan Nacional, o diretor nacional Henrique Fontes, o coordenador do Mister Pará CNB Adenir Neto, e diversos voluntários do Morhan no Estado do Pará.

a1.jpg

Esta foi a primeira vez que uma Miss Mundo estrangeira presenciou a coroação de misses estaduais no Brasil, um marco histórico para os concursos de beleza do Pará.

Fotos Artur Custódio e fotógrafos JK Eventos.

Embaixador da Índia em Brasília recebeu a Miss Mundo e comitiva

Henrique Fontes

31301722_10160222885470576_223648095383060480_n.jpg

O embaixador da Índia no Brasil, o senhor Ashok Das, ofereceu um magnífico jantar na Embaixada da Índia em Brasília para receber a Miss Mundo Manushi Chhillar. Também estiveram presentes no evento a primeira-dama do Distrito Federal, a senhora Márcia Rollemberg, representantes da APAE-DF, a atriz Maria Paula, a Miss Brasil Mundo Gabrielle Vilela, o Mister World Brasil Carlos Franco, a Miss Brasília CNB Isabela Schott, o diretor do CNB Henrique Fontes e o coordenador do Miss e Mister Brasília CNB Mayck Carvalho.

31290745_10160222885570576_5575922235262107648_n.jpg

O embaixador Das e a Primeira-Dama falaram da importância da visita da Miss Mundo a Brasília, em especial por todo o seu engajamento em projetos sociais tão importantes e pelo apoio a APAE-DF.

Manushi agradeceu a recepção e ficou feliz com um jantar indiano. "A comida estava excelente, mesmo que adaptada ao paladar brasileiro. Se fosse como na Índia, garanto que seria muito mais picante", observou com bom humor a Miss Mundo. 

Já para a Miss Brasil Mundo Gabrielle Vilela, este foi o seu primeiro contato com a culinária indiana: "Aprovada! Pratos deliciosos e muito bem temperados, quero mais!", comentou a mais bela do nosso país.

Nosso muito obrigado ao Sr. Embaixador da Índia por uma noite muito especial!

Senador Álvaro Dias recebe Miss Mundo e Miss Brasil Mundo em seu gabinete

Henrique Fontes

alvaro.jpg

O Senador Álvaro Dias também fez questão de receber em seu gabinete a Miss Mundo Manushi Chhillar e a Miss Brasil Mundo Gabrielle Vilela. Ele parabenizou e agradeceu a presença das duas em Brasília e o engajamento de ambas em ações e projetos sociais locais.

Agradecemos as boas vindas e atenção do Senador!

foto Ricardo Carvalho

 

Misses brilham e ajudam a angariar fundos para a APAE-DF no evento Corações VIP

Henrique Fontes

1c.jpg

Foi uma noite inesquecível. Beleza, moda, arte e corações generosos, todos juntos por aqueles que recebem atendimento da APAE-DF. O Hípica Hall de Brasília recebeu aproximadamente 800 convidados muito especiais, com mesas vendidas a R$ 2000 cada. Toda a renda foi revertida para a instituição que realiza um trabalho incrível com adolescentes, adultos e idosos com síndrome de down. 

A grande estrela da noite (além dos alunos da APAE-DF, todos fontes de muita luz e alegria) foi a indiana Manushi Chhillar, a Miss Mundo que encantou o Brasil não somente com a sua inquestionável beleza, mas principalmente com o seu engajamento social e magnífica aura. Manushi foi homenageada e disse que quer levar a outros países o trabalho da APAE-DF, algo que tanto a impressionou.

a10.jpg

"O Brasil e a Índia têm algo em comum: a união apesar da diversidade. Venho da Índia, onde são falados mais de 220 idiomas, ainda assim, somos um só país. Indianos e brasileiros sabem distribuir amor e entendem o significado da palavra inclusão", prosseguiu,

Terminou dizendo: "Eu amo Brasília", em português. Recebeu muitos aplausos, e é claro, o amor e reconhecimento dos brasilienses.

a5.jpg

Brilharam também a Miss Brasil Mundo Gabrielle Vilela e a Miss Brasília CNB Isabela Schott. As três desfilaram acompanhados por modelos formados pela APAE, arrancando aplausos entusiasmados de todos os presentes. Momentos mágicos e que não serão apagados das memórias dos presentes.

Também marcaram presença o Mister World Brasil Carlos Franco e o Mister Brasília CNB Jesus de Lima, além de candidatos ao título nacional ou que participaram do Miss e Mister Brasília CNB 2018. Todas contribuíram para abrilhantar ainda mais o evento.

a13.jpg

E tem mais: os vestidos que as mais belas do Mundo e do Brasil desfilaram, criações exclusivas da estilista brasiliense Taiane Miotto, serão leiloados na internet. O que for arrecadado, ajudará na construção de um novo edifício da APAE para receber, educar e incluir no mercado de trabalho, outros centenas de estudantes com síndrome de down! O leilão acontecerá na internet e todos poderão participar.

O chef Dudu Camargo assinou o jantar e depois de um desfile de moda, foi a vez da DJ Rivkha animar ainda mais a noite e levar todo mundo para a pista de dança! Manushi ficou encantada com a pequena e talentosa Rivkha e até arriscou alguns movimentos como DJ.

DJ.jpg

Outras presenças ilustres da noite foram o governador do DF Rodrigo Rollemberg e sua esposa; Jane Godoy, madrinha do evento; Diva da Silva Marinho, presidente da APAE-DF; Kobe Odaguiri, Diretor Social; Maria Helena Alcântara, Gerente Pedagógica; Igor Tokarski, ex-Secretário do Meio Ambiente do DF; Henrique Fontes, Diretor do Concurso Nacional de Beleza; e Mayck Carvalho, coordenador do Miss e Mister Brasília CNB. Solange Rocha foi a assessora do evento, sempre trabalhando incansavelmente pelo sucesso do mesmo.

Da festa, Manushi e a comitiva do Miss Mundo seguiram direto para o aeroporto, onde embarcaram para Belém. Novos desafios aguardavam a Miss Mundo e a Miss Brasil Mundo na capital paraense!

Obrigado a APAE-DF e todos aqueles que tão bem nos receberam em Brasília, inclusive o Hotel Meliá 21, por nos permitir fazer parte de algo tão grandioso e mágico. Obrigado também ao coordenador Mayck Carvalho e equipe, quem já apoiam a APAE-DF tem alguns anos e fizeram esta ponte tão especial. Contem conosco sempre!

Fotos APAE e Ricardo Carvalho (DJ)

Miss Mundo Manushi Chhillar apresentou projetos sociais no Senado brasileiro

Henrique Fontes

b11.jpg

O senador Paulo Paim (PT-RS), vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado (CDH), recebeu na última quarta-feira (18), a Miss Mundo 2017, Manushi Chhillar, a Miss Brasil Mundo Gabrielle Vilela, o Mister World Brasil Carlos Franco, a Miss Brasília CNB Isabella Schott, Mister Brasília CNB Jesus de Lima, o diretor do Concurso Nacional de Beleza, Henrique Fontes, e o coordenador de Brasília, Mayck Carvalho.

Após as palavras iniciais e as boas vindas do senador, a Miss Mundo foi a primeira a falar sobre as várias atividades sociais nas quais está envolvida, destacando o projeto sobre saúde menstrual, realizado na Índia e que em breve será implementado no Quênia. No Brasil, Chhillar apoia a luta contra a hanseníase e a inclusão de pessoas com síndrome de down no mercado de trabalho. 

b12.jpg

A Miss Brasil Mundo Gabrielle Vilela, embaixadora do combate à hanseníase e voluntária do MORHAN, também teve a oportunidade de falar sobre os seus projetos, inclusive o realizado em tribo indígena do estado do Rio de Janeiro, à qual levou eletricidade e água potável.

Carlos, Jesus e Isabella também falaram e impressionaram o Senador. 

O Senador Paulo Paim, homem que dedicou sua vida à projetos de inclusão e proteção de minorias, ficou impressionado com o trabalho desses jovens que atuam em projetos sociais sob a bandeira do "Beauty With a Purpose", ou "Beleza Pelo Bem".

O senado brasileiro entregou carta assinada por ele e pelo Senador Romário Faria agradecendo e homenageando a sra. Julia Morley por seu impressionante trabalho social realizado em todo o planeta.

O bate-papo durou em torno de 1 hora e foi transmitido para todo o Brasil pela TV Senado.

Fica aqui registrado o nosso muito obrigado aos senadores e ao senado nacional em geral pela magnífica recepção e reconhecimento!

Miss Mundo, Miss Brasil Mundo e Mister World Brasil participam de ato ecológico em Brasília

Henrique Fontes

1_arv.jpg

No último dia 17 de abril, no Jardim Botânico de Brasília, a Miss Mundo Manushi Chhillar, a Miss Brasil Mundo Gabrielle Vilela e o Mister World Brasil Carlos Franco, acompanhados dos representantes máximos da beleza local, a Miss Brasília CNB Isabella Schott e o Mister Brasília CNB Jesus de Lima, participaram de importante ato ecológico.

Celebrando a visita da Miss Mundo à capital da república, o ex-Secretário do Meio Ambiente Igor Tokarski resolveu criar uma atividade que ficasse marcada para a posteridade:

1arv2.jpg

"A ideia foi que a Miss Mundo e demais participantes plantassem o seu amor por Brasília. Acompanhados por alunos da APAE, os 5 plantaram mudas de espécies típicas do cerrado, como a paineira rosa, o ipê roxo, o ipê branco, a embauba e e o ingá-mirim", explicou Tokarski.

Diversas celebridades já fizeram o mesmo e agora será a vez dos 5 terem seus nomes gravados em placas junto às árvores que plantaram no Jardim Botânico brasiliense.

1arv3.jpg

"A presença da Miss Mundo e de todos os demais em Brasília nesta semana fez a diferença nas vidas de muitas pessoas, em especial aquelas pessoas atendidas pela APAE-DF. Além de deixar uma mensagem ecológica, esta foi uma forma que encontramos para homenageá-los", concluiu o idealizador da proposta.

Agradecemos e parabenizamos ao Igor e a todos os envolvidos pelo belo trabalho de preservação do meio ambiente! 

Fotos Ricardo Carvalho